domingo, 21 de janeiro de 2018

O eleito do Cocktails & Mistura Fina na Rubrica Com…é Ivan Lopes da Costa, Chefe de Bar, da Tasca de Santana Wine & Cocktail Bar, em Coimbra.

Olá amigos e seguidores do Cocktails & Mistura Fina hoje “viajamos” até Coimbra ao encontro de Ivan Lopes da Costa, Chefe de Bar, da Tasca de Santana Wine & Cocktail Bar, com o objectico de continuar a dar realce aos profissionais de bar, que, pelas suas capacidades pessoais e profissionais contribuem para dignificar a profissão de Bartender.


Ivan Lopes da Costa, distingue-se pela simpatia e simplicidade, que patenteia, de fácil trato é um prazer partilhar uma boa conversa e bons momentos com ele.


Ivan Lopes da Costa, formado na Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, onde frequentou o Curso de Gestão Hoteleira Restauração e Bebidas é um amante e estudioso do mundo do bar, está sempre disponível para implementar os seus conhecimentos, bem como atento ás novas tendências e vertentes do bar, procura com a participação nos mais variados workshops, nas palestras e mastersclasses a sua evolução pessoal e profissional, bem como o conhecimento sobre as bebidas e novas técnicas, com o objectivo de proporcionar a satisfação dos clientes com qualidade, criatividade e inovação.


O eleito do Cocktails & Mistura Fina na Rubrica Com…é Ivan Lopes da Costa, Chefe de Bar, da Tasca de Santana Wine & Cocktail Bar, em Coimbra.


Ivan Lopes da Costa qual a tua formação a nível de bar?

A nível de bar implementei os meus conhecimentos quando frequentei o Curso de Gestão Hoteleira Restauração e Bebidas, na Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra.


Para além disso frequentei várias formações de mixologia, cocktelaria, masters, entre outras nas mais variadas vertentes do bar, que vieram proporcionar mais competências para o desempenho da minha função, bem como as ferramentas necessárias para uma boa prática de serviços.


Como começou o gosto pela profissão?

Quando fui convidado para ser sócio de um bar, que acabou por fechar, mas despertou uma nova identidade profissional em mim. antes era coordenador de formação profissional.


Ivan Lopes da Costa qual o teu local de trabalho?

O meu local de trabalho é na Tasca de Santana Wine & Cocktail Bar, em Coimbra, onde com agrado eu e, a minha equipa dedicamos o melhor de nós, para que os nossos clientes se sintam bem.


Qual a função que desempenhas?

A minha função é a de Responsável / Chefe de Bar.

Desde Quando?

Estou na Tasca Santana desde de 2015


Uma tábua mista só para si! #tascadesantana ”

Faz uma breve descrição da Tasca Santana?

A antiga Tasca de Santana renasceu como bar de vinhos, gin e cocktails, onde providenciamos para os nossos clientes várias iguarias como queijos, enchidos portugueses para picar, num espaço cosmopolita e requintado.


Folhados de queijos, mel e amêndoas! #tascadesantana “

Ivan Lopes da Costa durante a tua actividade profissional em que outros locais desenvolveste o teu trabalho como Barman?

Fiz um estágio internacional, no Hotel em Martigny, na Suíça, onde desempenhei as funções de Barman e Empregado de Mesa, uma mais valia para aplicar os meus conhecimentos bem como adquirir mais competências.


Trabalhei no Restaurante Tapas Gourmet, como Empregado de Mesa, pelo período de 1 ano.


Onde trabalhei mais tempo foi no Feito Conceito Bar, como barman durante, 7 anos, onde passei bons momentos.


Qual a tua opinião sobre a presença dos Bartenders Portugueses pelo mundo?

Fundamental, uma mostra das inspirações e conhecimentos nacionais. Para não falar do uso de produtos nacionais, que tenho a certeza que os nosso bartenders lá fora devem fazer questão de usar.


Qual opinião sobre a profissão de Barman / Barmaid / Bartender?

É uma profissão que se ama ou é impossível de exercer, muitas horas, muita dedicação ou nada feito. O conhecimento para a exercer com sabedoria é imenso e a parte da criatividade e inter - acção com quem nos entra porta dentro leva-me a amar o que faço inesgotavelmente.


Somos, psicólogos, conselheiros, melhores amigos, professores, alunos, experiênciadores e experienciados, somos todos os dias um actor, com uma nova personagem.


Diz algo sobre a vertente da Mixologia?

Veio tornar mais criativa e desafiadora a profissão, maior conhecimentos, mais estudo, mais descobertas e colocar o bar tão desafiante como a cozinha moderna.


Diz algo sobre o Flair Bartending?

Prefiro o working flair, mas respeito quem o use como a sua arte.


Ivan Lopes da Costa como foi a experiência em participares nos Concursos de Cocktails. Quais? Classificações?


Em 2016, fui finalista do Concurso Barman do Ano, organizado pelas Edições do Gosto / Inter, esta minha participação fez-me crescer enquanto pessoa e profissional, adquirir mais saberes.


Também fui finalista do Concurso Mistura Beirão, em 2017.


Ambas as experiências foram, muito, muito especiais e enriquecedoras, profissionalmente tive oportunidades de formação importantes, networking fundamental e fiz amigos para a vida!


Qual o "Cocktail" clássico preferido?

Sou fã da simplicidade, Margarita!



Ivan Lopes da Costa qual a composição de bar que mais gosta de preparar?

Old Fashioned, new old fashioned, é um cocktail que se pode trabalhar com vários tipos de twist, desde o destilado, até ao bitter e ao açúcar, é tão versátil e tão simples de recriar.


Sou fã de outros como o Negroni ou o Boulevardier, Daiquiri, entre tantos.


Ivan Lopes da Costa o Cocktails & Mistura Fina sabe da tua paixão e criatividade na elaboração de produtos de autor e que distinguem. Gostava que compartilhasses 3 cocktails da tua autoria, com os seguidores deste blogue.


Claro que sim com muito prazer. Obrigado ao Cocktails & Mistura Fina, pela oportunidade de divulgar o meu trabalho!

O primeiro eleito é o cocktail “Eduardo” que tem uma breve historia que também gostaria de partilhar, como uma justa homenagem.


A história deste cocktail surge com inspiração na amizade e este cocktail tem o nome de um amigo. Eduardo. Este meu amigo Eduardo Vicente está ligado ao Licor Beirão pelas suas receitas de Carpirão e Morangão, notáveis receitas que notabilizaram também esta marca. O uso neste cocktail de duas marcas o Licor Beirão e o whiskey Bushmills são vinculativas a esta marca e a este cocktail. Todos os ingredientes foram pensados para levar numa viagem a Lousã, com as suas ervas dando-lhe um toque picante das minhas raízes indianas. Um tributo à amizade e aos sabores de Portugal no mundo.


Eduardo ( Final Mistura Beirão - 2017) By Ivan Lopes da Costa

Ingredientes:

40 ml de Licor Beirão

20 ml de Whiskey Bushmills

10 ml Puré de pêssego

10 ml Xarope picante de especiarias

20 ml Sumo de lima

20 ml de Clara de ovo

Método de Preparação:

Todos os ingredientes são colocados no shaker com gelo.
Shakeirar e verter para o copo com técnica double strain.


Fumar a campânula com flor de laranjeira
Servir ao cliente.
A minha segunda proposta é o cocktail “Old Spiced “, que apresentei para a iniciativa da “Drinks Diary” e obtive a honra de o mesmo ser publicado entre os cinco melhores “Twisted Old Fashioned”.


Aqui fica o o meu Twist Old Fashioned o cocktail “Old Spiced “ um clássico reinventado que pode ser apreciado em qualquer ocasião.

Old Spiced “ ( in drinks diary) Twist old fashioned by Ivan Lopes da Costa

Ingredientes:

45ml Zacapa 23

10ml Xarope caseiro de morango e gengibre

2 Dash Chocolate Bitter.

Método de Preparação:

Todos os ingredientes são colocados no próprio copo, decorar com fatia de gengibre e raspas de chocolate.

Por fim a minha terceira proposta o Sant'Anna Daiquiri, outro cocktail selecionado entre os melhores Daiquiris apresentados e publicado na revista Drinks Diary.


Sant'Anna Daiquiri ( in drinks diary) twist daiquiri by Ivan Lopes da Costa

Ingredientes:

25ml Rum Reserva

20ml Rum Blanco

25ml Sumo lima

10 ml Xarope picante

Método de Preparação:

Todos os ingredientes são colocados no shaker com gelo.
Shakeirar e verter para o copo com técnica double strain.
Decorar com lima desidratada.


Ivan Lopes da Costa qual a tua bebida preferida?

Rum e Tequila não consigo decidir..


Qual o Barman que mais admiras? Ou que te serve como referência?

O Barman que mais admiro e me serve de referência é Toni Conigliaro.


Ivan Lopes da Costa os meus sinceros agradecimentos pela disponibilidade, para partilhares momentos da tua vida pessoal, profissional, com os amantes do Bartending, e seguidores do Cocktails & Mistura Fina, bem como desejar as maiores felicidades pessoais e profissionais.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Flávio Prospero abraça novo projecto e está de volta a Terras de Sua Majestade, Inglaterra.

Flávio Prospero abraça novo projecto e está de volta a Terras de Sua Majestade, Londres, sendo o Galvin at Windows, estrela Michelin Restaurant / Bar, o local eleito.


Galvin at Windows está localizado no coração de Mayfair, situado no 28º andar, do London Hilton on Park Lane.


O Bar é reconhecido pela qualidade dos seus serviços, das bebidas e das iguarias servidas, e, em particular pelos seus famosos cocktails, para além das vistas mais espetaculares de Londres.


Estão criadas as condições e ingredientes para sucesso de Flávio Prospero, já que é um excelente profissional, dotado de grandes capacidades técnicas, um vasto conhecimento sobre o mundo das bebidas simples ou compostas, bem como um magnífico relações publicas, capaz de prestar um atendimento de excelência, provocar a satisfação do cliente, e, surpreendendo-o.


I see a world on the edge of a flame. Without balance, it will fall.” Flávio Prospero



Cocktails & Mistura Fina, deseja o maior sucesso a Flávio Prospero, que os seus sonhos sejam concretizados. Bons Cocktails!!!

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

O eleito do Cocktails & Mistura Fina na Rubrica Com…é Bruno Barros, Chefe de Bar, do Assinatura – Bistrô and Cocktail Lounge, Lagos, Algarve.

Estou de regresso e como já devem ter reparado ânimo não me falta, para continuar esta caminhada de divulgação, de temas de interesse que permitam a valorização pessoal, cultural e profissional dos amantes desta linda profissão, estar atento e sempre que possível divulgar o que de melhor se faz em Portugal e além-fronteiras em prol do Bartending.


O Cocktails & Mistura Fina continua assim a dar evidência aos profissionais de bar, que, pelas suas capacidades pessoais e profissionais contribuem para dignificar a profissão de Bartender.

Lagos apresentar-se como uma cidade turística, atraente, conseguiu manter uma traça arquitectónica atractiva e proporciona muitos pontos que atraem muitos visitantes o e que tem desenvolvido a implementação de varias unidades hoteleiras e similares da restauração, em particular bares de referencia onde excelentes Barmen desenvolvem a sua actividade profissional.


Na diversidade, na informação e partilha do Bartending, o Cocktails & Mistura Fina viaja mais uma vez, desta feita até à cidade dos descobrimentos, Lagos. Mais um momento de divulgação sobre o que se faz no mundo do bar, neste caso por um jovem…espero que seja uma aposta ganha…que vá ao encontro dos seguidores deste Vosso Blogue.

Hoje o eleito do Cocktails & Mistura Fina na Rubrica Com…é Bruno Barros, Chefe de Bar, do Assinatura – Bistrô and Cocktail Lounge, Lagos, Algarve.


Bruno Barros é um estudioso acerca do mundo do bar e da restauração, formado pela Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril, onde frequentou o curso de Técnicas de Serviço de Restaurante e Bar.


Sempre atento ás novas tendências e vertentes do bar, procura com a participação nos mais variados workshops, nas palestras e mastersclasses a sua evolução pessoal e profissional, bem como o conhecimento sobre as bebidas e novas técnicas, com o objectivo de proporcionar a satisfação dos clientes com qualidade, criatividade e inovação.

Bruno Barros antes de mais os meus sinceros agradecimentos pela disponibilidade, para partilhares momentos da tua vida pessoal, profissional, com os amantes do Bartending, e seguidores do Cocktails & Mistura Fina, bem como desejar as maiores felicidades pessoais e profissionais.

Bruno Barros qual a tua formação a nível de Bar?

A minha formação de bar começou na Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril, em 2012, no curso de Técnicas de Serviço de Restaurante e Bar. Um curso de 3 anos, onde tive a oportunidade de realizar dois estágios curriculares.


Como começou o gosto pela profissão?

Começou no meu primeiro estágio, no Hotel Cascais Miragem, em Cascais. Estive nas primeiras semanas no restaurante buffet, a fazer pequenos almoços, e no inicio até estava a gostar, mas passados dois dias, estava cansado de toda aquela repetição e rotina… não era bem aquilo que eu sonhava fazer durante os próximos anos.

Passado essas primeiras semanas, rodei para a secção de bar, onde trabalhei o resto dos três meses do meu estágio, e após uma semana, tinha a certeza que era isto que eu gostava de fazer. A partir desse momento, tudo se foi desenrolando com o tempo.

Bruno Barros qual o teu local de trabalho?

O meu local de trabalho é no Assinatura – Bistrô and Cocktail Lounge, Lagos, Algarve.

Qual a função que desempenhas?

Atualmente sou Chefe de Bar, no Assinatura, em Lagos. As minhas funções passam pelo controle total da secção de bar, seja em termos de fornecedores e requisições de bebidas, como elaboração de cartas de bebidas e cocktails, assim como respetivas fichas técnicas, métodos de serviço, e claro, oferecer a melhor experiência possível a todos os clientes.


Desde quando?

Desempenho esta função desde Junho de 2017.

Bruno Barros durante a tua actividade profissional em que outros locais desenvolveste o teu trabalho?

Como estágio tive a oportunidade de implementar os meus conhecimentos, bem como aprender mais acerca do Bar nos seguintes os locais:

Junho de 2013 / Setembro de 2013 – Hotel Cascais Miragem (estágio)

Junho de 2014 / Setembro de 2014 – Arena Lounge, Casino de Lisboa (Bartender - estágio)

Em termos de actividade profissional tive o privilegio de ficar a trabalhar no Arena Lounge, Casino de Lisboa, após o estagio, com a função de Bartender, onde fiquei cerca de 3 anos.


Setembro de 2014 / Junho de 2017 – Arena Lounge, Casino de Lisboa (Bartender)

Em Junho de 2017, recebi um honroso convite para abraçar um novo projecto na cidade de Lagos, mais propriamente no Assinatura – Bistrô and Cocktail Lounge.

Junho de 2017 / Presente – Assinatura – Bistrô and Cocktail Lounge


Bruno Barros qual a tua opinião sobre a presença dos bartenders Portugueses pelo Mundo?

Acho que estamos bastante bem representados, embora a grande maioria eu não conheça pessoalmente, mas acompanho o trabalho deles lá fora.

Desde o Wilson Pires, que todos conhecemos, que está na Holanda, num dos bares da 50 World Best, e a fazer um grande trabalho. Até ao Tiago Sousa, que trabalha neste momento em Barcelona, no Hotel W, num dos melhores cocktail’s bar da cidade e que tem vindo a desenvolver se profissionalmente, e está em grande.


O mundo do bar, em Portugal está a crescer a uma velocidade gigantesca, e consequentemente, claro, formam se grandes bartenders cá, que escolhem outro país para fazer aquilo que mais gostam.

Qual a opinião sobre a profissão de barmen / barmaid / bartender?

É uma grande responsabilidade. Tem que se gostar muito, e esse é o fator mais importante. É apaixonante podermos servir pessoas, divertirmo-nos, e tornar momentos inesquecíveis a pessoas que nem sequer conhecemos, tudo isto apenas servindo bebidas e um pouco de conversa.

Um bartender tem de ser versátil, pois o mercado está sempre a mudar, tem de estar sempre atualizado, e ser um profissional com bastante conhecimento, e esse conhecimento não passa só por fazer cocktails, pois um bartender é muito mais que isso. E é isto que torna esta área tão apaixonante.


Diz algo sobre a vertente da mixologia…

A mixologia de bebidas é sobre não seguir regras, e é aqui que está o futuro para qualquer bartender que queira fazer algo diferente, e não se queira limitar a seguir as tendências criadas por outros. É preciso algo bastante diferente para que os clientes voltem ao teu bar, pois a oferta, hoje em dia, é gigantesca.

A mistura de bebidas, para a criação de um cocktail mudou muito, e o segredo, acho, que é mesmo não seguir regras. Pensar em algo, experimentar e ver se funciona. Desde o momento em que se faz tudo atrás de um bar, é preciso algo útil e bastante fora da caixa para que possas ser reconhecido pelo teu trabalho.


No meu caso no Assinatura estamos a tentar utilizar apenas produtos homemade, que na minha opinião é a mais correta, pois depende apenas de ti, a possibilidade de criares o sabor e balanço que idealizas. No entanto é preciso uma gestão bastante cuidada devido à validade desses produtos e gestão de stock, de maneira a evitar desperdícios, ou faltas. Mas não o torna impossível.

Mais recentemente começámos a trabalhar também com cordiais, e não nos limitamos a fazer cordiais como todos faziam, fomos buscar produtos mais improváveis, como por exemplo um cordial de bacon! E atualmente fazemos os nossos cordiais em sous-vide (cozedura a baixa temperatura), durante alguma horas, em sacos de vácuo (e não, não representa custos elevados).

Concluindo que é uma área bastante complexa e é necessário sair da caixa, e criar produtos únicos, que mais ninguém faça.


O que tens a dizer sobre o flair bartending…

Bom, decerto que não é a minha vertente preferida no mundo do bar, mas respeito bastante. Basicamente gosto da vertente de Working Flair, pois dá nos tempo de antena enquanto estamos a executar qualquer tipo de tarefa atrás do bar, principalmente em bares que funcionem com clientes ao balcão. No que diz respeito ao Exhibition Flair, é uma vertente que não me chama a atenção pelo facto de ter o objetivo apenas de entretenimento e espetáculo, e no meu caso, acho que não representa aquilo que eu faço. Mas há que respeitar qualquer uma delas.


Bruno Barros como foi a experiência de participar nos Concursos de Cocktails?

É uma experiência única para qualquer bartender. Dá-nos a oportunidade de contactarmos com pessoas com um conhecimento bastante maior que o nosso, e partilhar as nossas ideias e criações, e muitas vezes ajudam-nos a perceber os nossos erros. Não há nada melhor que isso, afinal, vivemos numa altura em que a partilha é fundamental para o crescimento da nossa área. Não deixando de referir que é uma “montra” para o mercado, em termos de reconhecimento.


No entanto acho que não deve ser o grande objetivo de carreira de um bartender ganhar um concurso de cocktails. Não vale de nada ganhar um concurso e não se saber trabalhar atrás de um bar. E esse sim é o nosso trabalho, e para qualquer bartender, o melhor motivo de orgulho próprio, deve de ser a felicidade dos seus clientes, isso sim é o mais importante para mim.


Quais?

Assim participei nos seguintes concursos:

Concurso Regional de Cocktails, nos anos de 2013, 2014, 2015 e 2016.

Concurso Nacional de Cocktails de 2015 , no Algarve e em 2016, no Estoril.


No Concurso Ultimate Monin Cup Portugal 2014 , em Albufeira.

Gin Mare Experience – Fase Regional - 2016


Qual o teu cocktail Clássico preferido?

O meu cocktail clássico preferido é o Negroni.

Um clássico que continua a dar que falar !

Negroni

Ingredientes:

2,5cl Campari
2,5cl Vermute Tinto
2,5cl London Dry Gin
3 dash Bitter de Laranja

Decoração: Zest de Laranja, e rodela de laranja desidratada.


Qual a composição de bar que mais gostas de preparar?

Gosto de fazer cocktails, no seu geral. Dá me prazer. Tudo tem importância, desde o tamanho do gelo, ao shake, ao copo…

Se tivesse de eleger um… seria o Rum Sour

Rum Sour

Ingredientes:

5cl Rum
4cl Lima
2cl Xarope de Açúcar
3cl Clara de Ovo

Decoração: Rodela de Lima desidratada.


Bruno Barros o Cocktails & Mistura Fina sabe da tua paixão pela elaboração de produtos de autor e diferenciadores gostava que partilhasses 3 cocktails da tua autoria com os seguidores deste blogue.

Francisco, antes de mais queria agradecer a oportunidade e o honroso convite. É um distinção partilhar as minhas ideias no seu excelente blogue.

Deixo-vos aqui as minhas 3 propostas, espero que gostem.

Cucumber Spicy Fizz by Bruno Barros


"Se a matéria prima é boa, o resultado final só pode ser ainda melhor."

Ingredientes:

5 cl Beefeater 24
2 cl Bolls Ginger
4 cl SN Limão
2,5 cl Xarope de Gengibre Caseiro
3 cl Clara de Ovo
6 flhs Manjericão
3 rodelas de gengibre fresco
2 cubos de pepino

Método de preparação:

Colocar o gengibre, pepino e manjericão no shaker e macerar muito bem;
Colocar os restantes ingredientes, exepto a água castelo, e bater bastante bem;
Verter para um copo alto, com bastante gelo, em Double Strain;
Preencher com Castelo;
Decoração: Palito c/zeste de pepino, flor comestível, e rebento de manjericão;


Aloha Lagos by Bruno Barros

Ingredientes:

2 cl Havana Especial
2 cl Havana Club Seleccion de Maestros
2 cl Saylor Jerry Rum
5 cl de Cordial de Manga e canela
5 cl Cordial de Ananás e gengibre
4cl SN Lima
2 cl Xarope de Açúcar c/infusão de canela (caseiro)

Método de preparação:

Juntar todos os ingredientes no shaker, e bater bem.
Verter de Double Strain;
Decoração: Ananás desidratado, Toranja desidratada, e chocolate.


Monkey’s Head by Bruno Barros

Uma combinação de hortelã e gengibre fresco, balançando com sumo de limão e xarope de açúcar, e finalmente completado com polpa de abacaxi e claro, Monkey47 Gin. No topo temos um sorvet de limão, gengibre e gin para completar o teu cocktail com toda a frescura 

Óptimo... mesmo no inverno!

Ingredientes:

5 cl Monkey47
2 cl Bolls Ginger
8 cl Cordial de Ananás, Lima e outras especiarias
3 cl Lima
2 cl Mel Lemon Spicy Sorvet
6 flhs Hortelã

Método de preparação:

Juntar a hortelã e macerar;
Juntar os restantes ingredientes e bater;
Servir para um copo tikki, em double strain;
Float de gelo picado, e bola de sorvet de limão
Decoração: Lima desidratada, e rebento de hortelã.


Bruno Barros qual a tua bebida preferida?

A minha bebida preferida é o Rum.

Qual o barman que mais admiras? Ou que te serve como referencia?

É uma pergunta difícil, visto que já conheci muitos, e são todos muito bons.

O Bruno Gomes, que foi meu chefe de Bar no Arena Lounge, foi uma das pessoas mais importante para mim. Ajudou-me a encontrar a minha maneira de trabalhar, e ajudou-me a evoluir bastante, quer a nível de trabalho e organização de bar, como de criação. Já para não falar que em consequência dos 3 anos que trabalhamos juntos desenvolveu-se uma grande amizade fora do bar, que ainda hoje mantemos. Foi crucial apanhar logo um chefe com o conhecimento do Bruno, logo no meu inicio de carreira… abriu me muitas portas para o futuro. E agradeço isso todos os dias.


O prof. Fernando Brito, que leciona na escola de Hotelaria e Turismo do Estoril. Foi fundamental ser desde logo ensinado por um senhor com tanto renome e experiência em Bar, e não seria justo não o mencionar, pela paixão e rigidez que nos mostrou do primeiro ao ultimo dia.


E a todos os profissionais com quem eu trabalhei desde que entrei na área, porque de uma forma ou de outra, todos eles contribuíram para o meu crescimento.


Bruno Barros que outros assuntos desejas salientar...

Neste parte gostaria de fazer uma atenção especial para todas as plataformas, sejam elas quais forem, que ajudam o mundo do bar em Portugal a crescer, nomeadamente, plataformas como Lisbon Bar Show (que desde o primeiro ano tem vindo a crescer, e demonstra que há futuro em Portugal na nossa área), a Drinks Diary (que teve um crescimento também brutal, mas mais que isso trouxe um meio de informação que para além de fidedigno, tem trabalhado bastante para promover bartenders, concursos e novas tendências no mercado, o que é bastante importante), e claro, ao blog Cocktail e Mistura Fina, pela iniciativa de fazer uma partilha do trabalho que os bartenders portugueses fazem por cá, e lá fora.

São plataformas como estas que fazem a nossa área crescer dia após dia. E é necessário reconhecer esse trabalho. Obrigado a vocês.